A SINGULAR REALIZAÇÃO DE UM SONHO FATÍDICO - Narrativa Clássica Sobrenatural - Catherine Crowe


A SINGULAR REALIZAÇÃO DE UM SONHO FATÍDICO

Catherine Crowe

(1803 – 1876)

Tradução de Paulo Soriano

 

 

Uma carta de Hamburgo contém uma singular história sobre a realização de um sonho fatídico. 

Certa manhã, um aprendiz de serralheiro informou ao seu mestre, Claude Soller que, na noite anterior, tivera um sonho no qual era assassinado na estrada para Bergsdorff, uma pequena cidade a cerca de duas horas de distância de Hamburgo.

O mestre riu da credulidade do rapaz e, para provar que não acreditava em realizações de sonhos, insistiu em mandá-lo para Bergsdorff com cento e quarenta táleres devidos ao cunhado, que residia naquela cidade.

O aprendiz, depois de implorar, em vão, ao seu mestre que mudasse de ideia, foi compelido a partir por volta das onze horas. 

Ao chegar à aldeia de Billwaerder, a meio caminho entre Hamburgo e Bergsdorff, o jovem, aterrorizado, recordou do sonho que tivera. Todavia, reconheceu o prefeito da aldeia a uma pequena distância, que, então, estava a conversar com alguns de seus empregados. Abordou-o e, após relatar-lhe o seu sonho singular, solicitou-lhe que, por trazer dinheiro consigo, um de seus operários tivesse a permissão de escoltá-lo e protegê-lo ao longo de um pequeno bosque pelo qual deveria passar.

Sorrindo, o prefeito ordenou a um de seus homens que acompanhasse o jovem aprendiz. 

No dia seguinte, alguns camponeses levaram o cadáver do rapaz ao prefeito, juntamente com uma foice encontrada ao seu lado, e com a qual a garganta do jovem assassinado fora rasgada.

O prefeito reconheceu, imediatamente, a ferramenta como aquela que, no dia anterior, havia dado ao empregado, que servira de guia ao aprendiz, para a poda de alguns salgueiros. 

O empregado foi preso e, ao ser confrontado com o corpo de sua vítima, confessou plenamente o crime, acrescentando que fora a narrativa do sonho o que o havia induzido a perpetrar o ato terrível. 

O assassino, de trinta e cinco anos, é natural de Billwaerder e, antes do cometimento do homicídio, sempre tivera um caráter irrepreensível.

  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O SENHOR DA MORTE - Conto Clássico Fantástico - Flora Annie Steel

O GATO PRETO - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

O QUARTO ASSOMBRADO - Conto Clássico de Mistério - Joseph Taylor

O CORAÇÃO DELATOR. Conto clássico de terror. Edgar Allan Poe