Postagens

Postagem em destaque

LANÇAMENTO: HISTÓRIAS NEFASTAS (CONTOS DE TERROR, HORROR E FANTASIA) - Paulo Soriano - Grotesco & Arabesco - Livro Impresso e E-book

Imagem
HISTÓRIAS NEFASTAS(Contos)Paulo SorianoBaixe aqui a amostra grátis Após anos militando no site Contos de Terror, Paulo Soriano montou o seu primeiro livro de contos, em que, da parte alta de Salvador, Bahia, ele mirava o outro lado do Atlântico em busca das raízes europeias do horror.O que encontra é a tradição do conto gótico e sua arte atmosférica. Soriano deixa claro que conhece em profundidade essa tradição e que possui os recursos literários — descritivos e lexicais — para emular seus efeitos. No gótico, o mundo exterior, seja como construções ou corpos humanos, espelha a decadência moral dos personagens. É exatamente o que vemos no elenco de homúnculos, deformados, anões, fantasmas, lobisomens, vampiros, alquimistas, alienígenas, cientistas loucos, envenenadores e sombras de vida própria.O livro é organizado cronologicamente — as primeiras histórias têm estilo e ambientação típicos do conto gótico, as últimas vão se modernizando e variando cenários, sem perder o vínculo com a at…

O ESPÍRITO INTIMADO PELA JUSTIÇA - Narrativa Clássica de Crime e Mistério - Collin de Plancy

Imagem
O ESPÍRITO INTIMADO PELA JUSTIÇACollin de Plancy (1794 – 1881)No ano de 1761, um agricultor de Southams, County Warwick, na Inglaterra,  foi assassinado quando voltava para casa. No dia seguinte, um vizinho foi procurar a esposa do falecido e perguntou se seu marido havia retornado. A boa mulher respondeu que não, e que estava muito preocupada com isto.— Seus temores não podem igualar-se ao meu — respondeu o homem. — Esta noite,  o espectro de seu marido apareceu diante de mim coberto de feridas. Disse-me que havia sido assassinado por seu amigo, John Dick, e que o seu cadáver fora lançado num poço de marga.A mulher, assustada, realizou as buscas. O corpo ferido do marido foi mesmo encontrado no poço, exatamente no local designado pelo fantasma. Aquele a quem o fantasma acusou foi imediatamente aprisionado e posto nas mãos do tribunal como suspeito do homicídio. Instruiu-se o processo criminal em Warwick e o júri  teria condenado John Dick, sumaria e temerariamente, como havia sido a …

O AMBICIOSO - Conto Clássico Sobrenatural - Coelho Neto

Imagem
O AMBICIOSOCoelho Neto(1864 – 1934)De volta ao cemitério, onde, sem uma lágrima, deixara o corpo do pai, Felício recolheu-se à casa deserta e, como havia luar, nem acendeu a candeia, para poupar o azeite.Sentando sob o alpendre, pôs-se a olhar o arvoredo frondoso, cuja folhagem reluzia à claridade, e, mais longe, ondulando, o canavial e o milho.O velho aproveitara toda a terra lavradia, respeitando apenas o pequeno bosque, em que se abrigava a fonte, e onde ele e os camaradas iam recolher os galhos secos com que alimentavam o lume.Seis homens robustos trabalhavam como jornaleiros[1], ajudando-os no áspero labor agrícola — uns ao arado, outros na carpa, ou colhendo, ou plantando.As mulheres cuidavam do serviço doméstico, e ainda raspavam a mandioca, debulhavam o milho, batiam o feijão, retiravam o mel dos favos, e reuniam, à tarde, as aves.As próprias crianças eram aproveitadas — umas guiando o gado aos pastos, outras levando a comida aos trabalhadores, à roça; e como havia fartura, er…

O ESPÍRITO DE DOURDANS - Narrativa Clássica Sobrenatural - Vidi e Charles Nodier

Imagem
O ESPÍRITO DE DOURDANSVidi (séculos XVII e XVIII) e Charles Nodier (1780 – 1844)O senhor Vidi, coletor de impostos em Dourdans, escreveu a um de seus amigos a história de uma singular aparição que ocorreu em sua casa, no ano de 1700. Esta carta foi conservada pelo senhor Barré, auditor de contas, e publicada por Lenglet-Dufresnoy em sua Coleção de Dissertações sobre Aparições. A carta é a seguinte:“Para satisfazer a sua curiosidade, envio-lhe, senhor, por esta carta, um relato preciso e confiável do que aconteceu à minha criada na casa onde permaneci antes e depois da Páscoa do presente ano de 1700.O espírito começou a fazer ruído num cômodo não muito distante de onde alojamos os serviçais doentes. Nossa criada ouviu várias vezes suspiros semelhantes aos de alguém que sofre; no entanto, ela não viu ou sentiu nada.Infelizmente, ela adoeceu. Cuidamos dela durante seis meses e, quando estava convalescente, a enviamos à casa de sua família, para que respirasse o ar de sua terra natal. Ali…

A MÃO MISTERIOSA - Conto Clássico de Terror - Guy de Maupassant

Imagem
A MÃO MISTERIOSAGuy de Maupassant(1840 – 1893)         Fazia-se um círculo em volta do Sr. Bermutier, juiz de instrução, que dava a sua opinião acerca do crime misterioso de Saint-Cloud. Havia um mês que aquele inexplicável crime alvoroçava Paris. Ninguém podia compreender o caso.         O Sr. Bermutier, de pé, costas para a chaminé, falava, amontoava provas, discutia as diversas opiniões, mas não chegava a uma conclusão.         Muitas mulheres haviam-se levantado para se aproximarem dele e ficaram de pé, o olhar fixo na boca rapada do magistrado, de onde saíam palavras graves. As senhoras estremeciam, vibravam, crispadas por um medo curioso, pela ávida e insaciável necessidade de pavor que é inseparável da sua alma e que as torturava como uma fome.         Uma delas, mais pálida que as outras, pronunciou durante o silencio:         — É pavoroso! Toca as raias do sobrenatural. Nunca saberemos de nada.         O magistrado voltou-se para ela:         — Sim, minha senhora, é provável …

O TERRÍVEL ANCIÃO - Conto Clássico de Terror - H. P. Lovecraft

Imagem
O TERRÍVEL ANCIÃOH. P. Lovecraft(1890 – 1937)A intenção de Angelo Ricci, Joe Czanek e Manuel Silva era fazer uma visita ao Terrível Ancião. Esse velho homem vive sozinho em uma casa muito antiga da Rua da Água, próxima ao mar, e tem a fama de ser, ao mesmo tempo, extremamente rico e extremamente frágil. Isto constitui uma situação muito atrativa para homens da profissão dos senhores Ricci, Czanek e Silva, que não era outra senão a digna gatunagem.Os moradores de Kingsport dizem e pensam muitas coisas sobre o Terrível Ancião. Coisas que, em geral, o protegem das atenções de cavalheiros como o senhor Ricci e seus companheiros, apesar da quase absoluta certeza de que ele esconde uma fortuna de indefinida magnitude em algum lugar de sua mofada e venerável vivenda. Ele é, em verdade, uma pessoa muito estranha, de quem se acredita que fora, em juventude, capitão de veleiros das Índias Orientais. É tão velho que ninguém se recorda dos tempos em que era jovem, e tão taciturno que poucos sabem…

WIRELESS - Conto de Terror - Mauren Guedes Müller

Imagem
WIRELESSMauren Guedes MüllerEra impossível relaxar naquelas circunstâncias. Porém, o fato de estar deitado sobre uma maca fez com que André se lembrasse de alguns exames de rotina que havia feito no Brasil, nos quais sempre havia um enfermeiro que lhe dizia para relaxar. Fechou os olhos e respirou fundo, ao mesmo tempo em que se perguntava como o destino acabara por colocá-lo naquela situação, como raios o sonho americano se transformara num pesadelo tão terrível.Lembrou-se de quando chegara nos Estados Unidos, de sua rápida ascensão, de auxiliar a programador, naquela multinacional em que se empregara. Vieram-lhe à mente as imagens da linda americana com quem se casara e da filhinha que lhes nascera. Mas também se lembrou, com detalhes, das emoções terríveis e estranhas que o haviam dominado completamente naquela determinada ocasião, sem que ele mesmo soubesse de onde vinham, sem que ele mesmo fosse capaz de entender por que elas haviam surgido.Sentiu o tiopentato de sódio sendo inje…