Postagens

Postagem em destaque

LANÇAMENTO: HISTÓRIAS NEFASTAS (CONTOS DE TERROR, HORROR E FANTASIA) - Paulo Soriano - Grotesco & Arabesco

Imagem
HISTÓRIAS NEFASTAS(Contos)Paulo SorianoBaixe aqui a amostra grátis Após anos militando no site Contos de Terror, Paulo Soriano montou o seu primeiro livro de contos, em que, da parte alta de Salvador, Bahia, ele mirava o outro lado do Atlântico em busca das raízes europeias do horror.O que encontra é a tradição do conto gótico e sua arte atmosférica. Soriano deixa claro que conhece em profundidade essa tradição e que possui os recursos literários — descritivos e lexicais — para emular seus efeitos. No gótico, o mundo exterior, seja como construções ou corpos humanos, espelha a decadência moral dos personagens. É exatamente o que vemos no elenco de homúnculos, deformados, anões, fantasmas, lobisomens, vampiros, alquimistas, alienígenas, cientistas loucos, envenenadores e sombras de vida própria.O livro é organizado cronologicamente — as primeiras histórias têm estilo e ambientação típicos do conto gótico, as últimas vão se modernizando e variando cenários, sem perder o vínculo com a at…

O BANDIDO CORSO - Conto Clássico de Crime - Guy de Maupassant

Imagem
O BANDIDO CORSOGuy de Maupassant(1850 – 1893)O caminho subia suavemente no início da floresta de Aitône. Os pinheiros desmedidos alargavam sobre nossas cabeças uma abóbada gemedora, emitiam uma espécie de queixa contínua e triste, enquanto, à direita e à esquerda, seus troncos finos e retos formavam uma espécie de exército de tubos de órgão de onde parecia sair essa música monótona do vento nos cimos.No final de três horas de caminhada, a multidão de longas hastes  emaranhadas rareou. De espaço em espaço, um pinheiro — guarda-sol gigantesco, separado dos outros, aberto como uma sombrinha enorme — ostentava sua cúpula de um verde escuro. Depois, subitamente, alcançamos os lindes da floresta, uns cem metros abaixo do desfiladeiro que conduz ao vale selvagem do Niolo.Sabre os dois cumes abruptos, que dominam essa passagem, algumas velhas árvores disformes parecem ter subido penosamente, como exploradores que partiram diante da multidão aglomerada atrás. Ao voltarmos, avistamos toda a flo…

OS OUTROS HÓSPEDES - Conto Clássico de Terror - Ambrose Bierce

Imagem
OS OUTROS HÓSPEDESAmbrose Bierce(1842 – c. 1914)Tradução de Paulo Soriano— Para pegar o trem — disse o Coronel Levering, sentado no hotel Waldorf-Astoria —, você terá que passar quase toda a noite em Atlanta. É uma boa cidade, mas eu o aconselho a não se hospedar no Breathitt House, um dos principais hotéis da cidade. É um antigo edifício de madeira, que necessita urgentemente de reparos. Há rachaduras nas paredes pelas quais você poderia lançar um gato. Os quartos, sem fechaduras nas portas, não têm móveis: somente única cadeira em cada um, e uma armação de cama com um colchão desforrado. Mesmo nessas acomodações tão modestas, não é certo que você consiga um quarto exclusivamente seu e, certamente, terá de dividi-lo com outros hóspedes. Sim, amigo, é um hotel abominável.“Foi uma noite desconfortável, aquela que passei no hotel. Cheguei tarde e fui conduzido ao quarto, no térreo, pelo recepcionista da noite, que me pediu desculpas. Levava uma vela de sebo que, atenciosamente, deixou c…

O APARELHO DE VISÃO DA ALMA - Conto Clássico de Terror e FC - Anônimo do início do séc. XX

Imagem
O APARELHO DE VISÃO DA ALMAAnônimo do início do séc. XX"No início, uma sombra indistinta parecia formar-se justamente acima do corpo, assumindo rapidamente os contornos da forma humana. As feições assemelhavam-se às da morta. O ser delicado, claro e etéreo flutuou suavemente no ar por um momento e, depois, como se algo o atraísse, moveu-se como uma massa de vapor em direção a uma janela semiaberta".Excerto da confissão do Professor Berrich.Adolf Berrich, um maníaco macilento, foi capturado pelo xerife e sua patrulha armada no mês passado, na pradaria, a nove milhas de Colorado Springs, Colorado. Para o médico do Condado de Gaol, aonde foi inicialmente conduzido, o preso tornou-se imediatamente um objeto de intenso interesse ao revelar-se um estudioso de física e química avançadas.Informações fragmentárias indicavam, ainda, que o recém-capturado havia fugido de Boston, Massachusetts; que era o professor Adolph Berrich e que tinha matado a sua própria esposa no interesse da ci…

A CABEÇA CORTADA - Conto Clássico de Terror - H. G. Wells

Imagem
A CABEÇA CORTADAH. G. Wells(1866 – 1946)Foi em uma aldeia pantanosa, sobre a laguna, por detrás da península Turner, que ocorreu o primeiro encontro entre Pollock e o feiticeiro porroh[1]. As mulheres desse país são célebres por sua beleza: elas são gallinas[2] e têm nas veias uma gota de sangue europeu que data do tempo de Vasco da Gama e dos ingleses negociantes de escravos. O porroh também tinha em si vestígios de descendência caucásica. Não é bem curioso pensar que alguns dentre nós podem ter primos afastados, que andam a cavalo com os sofas, ou comem carne humana lá na ilha Sherboro[3]? Em todo o caso, o porroh feriu a mulher no coração — absolutamente como se ele fosse um vulgar italiano —, e por pouco atingia também Pollock. Este, servindo-se do revólver para aparar a investida que era dirigida contra o seu peito, fez voar o punhal do adversário e meteu-lhe uma bala na mão.Atirou de novo, mas sem resultado, conseguindo apenas produzir um rombo imprevisto na parede da cabana. O