Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2022

O SENHOR DA MORTE - Conto Clássico Fantástico - Flora Annie Steel

Imagem
O SENHOR DA MORTE (Lenda indiana) Flora Annie Steel  (1847-1929) Tradução de Paulo Soriano   Há muito tempo, havia uma estrada em que todos que por ela transitavam encontravam a morte. Alguns diziam que a morte era causada por uma cobra; outros, atribuíam a fatalidade a um escorpião. Mas uma coisa era certa: todos os que percorriam aquela estrada morriam. Certa feita, um viajante — um homem muito velho — transitava pela estrada. Extenuado, sentou-se em uma pedra para descansar. De repente, bem perto de si, viu um escorpião do tamanho de um galo. Enquanto o homem o olhava, o escorpião transformou-se numa horrenda serpente.  O ancião, maravilhado, decidiu acompanhar a criatura, que se afastava, para descobrir o que ela realmente seria. A cobra rastejou dia e noite e, atrás dela, como uma sombra, seguia o velho homem. Certa vez, a serpente penetrou numa estalagem e matou vários viajantes; outra, entrou no palácio do rei e o matou. Em seguida, ele se arrastou pela tromba d&

O MAJOR E OS ESPECTROS CANTANTES - Narrativa Clássica Sobrenatural - Walter Scott

Imagem
  O MAJOR E OS ESPECTROS CANTANTES Walter Scott (1771 – 1832)   Um fidalgo, proprietário de certo palácio antigo, nos confins da Hungria, preparou uma festa digna da sua qualidade e da grandeza do antigo solar em que morava. Os hóspedes, necessariamente, foram muitos, e entre eles se achava um oficial de hussardos conhecido pela sua bravura e coragem. Tendo-se feito todos os arranjos necessários para que os convidados passassem ali a noite, disseram ao oficial que, com dificuldade, se poderia acomodar toda a gente no palácio, a não haver alguém que quisesse dormir em um quarto em que diziam haver fantasmas; e, como se sabia que ele não era medroso, lhe propuseram hospedar-se naquele quarto, enquanto se demorasse no palácio, como a pessoa que ali menos seria incomodada   O major agradeceu a preferência que dele se fazia e, tendo-se demorado até alta noite nos divertimentos da companhia, retirou-se, depois, ao seu quarto, jurando vingar-se de todo aquele que se atrevesse a in