Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

ESPÉCIME - Conto de Terror - Alex Rebonato

Imagem
ESPÉCIME (Alex Rebonato, Menção Honrosa do Concurso Literário Bram Stoker de Contos de Terror) Consigo abrir um pouco os olhos, mas o que vejo me assombra mais do que os pesadelos obscuros que infestam a escuridão do meu sono constante. Não há janelas, apenas grades e, depois delas, paredes. As luzes são poucas e não revelam nada. As sensações se confundem. Meus sentidos dormentes são, inicialmente, tão misteriosos quanto o homem mascarado que aparece sempre quando desperto e, logo, me põe de novo para dormir. A escuridão avança lenta e constante. Os raros momentos de lucidez começam confusos. Lembranças. É nisso que procuro me concentrar. No começo. Como, diabos, fui parar nessa situação? É difícil retomar o raciocínio quando acordo. Sei que logo alguém virá, e vou ser posto para dormir sem chance de conversa. Sei quem sou, embora não me lembre de detalhes. Não consigo me lembrar do meu nome, ou do nome dela. Consigo ver seu rosto claramente. Ela sorria ale

UÍSQUE, CIGARROS E OUTRAS COISAS QUE MATAM - Conto de Terror - Gustavo Henrique Silva Peres

Imagem
UÍSQUE, CIGARROS E OUTRAS COISAS QUE MATAM (Gustavo Henrique Silva Peres,   Menção Honrosa do Concurso Literário Bram Stoker de Contos de Terror) Há cerca de um ano, Luan viu Solange pela primeira vez, em um vôo a trabalho, e sentiu uma profunda tristeza ao pensar que nunca mais a veria novamente depois que o avião pousasse e saíssem do aeroporto, a não ser que falasse com ela e descobrisse alguma informação importante antes disso. Duas horas depois, ao lado da esteira de bagagens, ele pousou sua mão sobre a dela no momento em que ela pegava uma mala multicolorida que passava, passou os olhos sobre os dados na etiqueta de identificação, e se desculpou. “Confundi com a minha”, disse ele. Os dois sorriram, ele timidamente, ela quase gargalhando ao reparar no traje formal que ele usava, e que em nada combinava com a mala em suas mãos. “Ou confundiu ou é o pior ladrão de bagagem da história deste aeroporto”, ela respondeu, ainda sorrindo, enquanto esperava uma segunda mal

O SACRIFÍCIO PARA O CHUPA-CABRA - Conto de Terror - Henrique Santos

Imagem
O SACRIFÍCIO PARA O CHUPA-CABRA (Henrique Santos, Menção Honrosa do Concurso Literário Bram Stoker de Contos de Terror) Quando criança, eu costumava sentar na calçada junto com os adultos e com os velhos para ouvir suas histórias e lendas. Como eu queria que eles estivessem mentindo! O curioso nisso tudo é que, para o meu azar, eu não aprendia as valiosas lições que nelas continham. Na hora de meu deitar, quase sempre eu ia dormir com medo. Acho que por que no fundo eu sabia que essas terras têm dessas coisas. O interior onde eu moro é cheiro de segredos, e eu descobri isso da pior forma possível. Foi naquela maldita noite, depois de brincar com os amigos. Eu estava indo para o curral com meu vô, que andava lentamente com a ajuda da bengala, quando ele me começou a me contar uma história que tinha acontecido com ele: — Meu filho, existe muita coisa que você não sabe. Algumas delas, graças a Deus, a gente pode evitar; outras, não há como fugir. É o caso do chupa-cabra.

LANÇAMENTO DA FREE BOOKS EDITORA: A MULHER VAMPIRO DE E. T. A. HOFFMAN

Imagem
A MULHER VAMPIRO de E.T. A. HOFFMANN (Em e-PUB, MOBI e PDF) Ernst Theodor Amadeus Hoffmann (1776 — 1822), nascido Ernst Theodor Wilhelm Hoffmann, é um dos pais da literatura gótica. Além de escritor, era músico, compositor e desenhista. Autor de clássicos como “O Homem da Areia” e “O Elixir do Diabo”, exerceu imensa influência na literatura fantástica do século XIX, atraindo a admiração de escritores estrangeiros como Charles Nodier, Gérard Nerval, Alexandre Dumas, Allan Pöe, Charles Baudelaire, Puchkin, Gogol, Gustavo Bécquer, dentre muitos outros. Na presente obra, Conde Hipólito enamora-se de uma parente nobre, porém empobrecida. Após o casamento, a jovem mulher passa por transformações tais que despertam a desconfiança do marido. Agora pálida, melancólica, ela sente repugnância por alimentos e parece fugir todas as noites do castelo, voltando apenas de madrugada... “A Mulher Vampiro” — de E. T. A. Hoffmann, um dos maiores nomes da literatura fantástica de todos os te

A JUSTIÇA DO SULTÃO MURAD - Lenda - Conto de Horror - Anônimo do séc. XIX

Imagem
A JUSTIÇA DO SULTÃO MURADE Anônimo do séc. XIX No reinado do sultão Murade I [1] , vendo-se um turco sem mulher e sem filhos, e querendo ir de romaria a Meca, julgou que a ninguém melhor podia confiar o que de mais precioso tinha do que a um hoggia , isto é, doutor em leis. Entregou-lhe, pois, algumas joias dentro de um saquinho, e pediu que as tivesse em boa guarda até a sua volta, com a condição de ficar delas herdeiro, se durante a projetada viagem ele viesse a falecer. O peregrino voltou felizmente de Meca e, querendo receber de volta o que havia confiado ao hoggia , exigiu a fiel entrega do seu depósito; mas o doutor, com sangue frio imperturbável, lhe respondeu que nada sabia do que o outro pretendia, deixando-o, assim, sobremodo surpreendido com uma réplica de todo inesperada. Como o negócio se tratara só entre eles, dissimulou o peregrino o seu pesar e, passados alguns dias, procurou o grão-vizir [2] , a quem relatou o que ocorrera. Vendo o grão-vizir que

LEIA A COLETÂNEA: VAMPIROS, LOBISOMENS E OUTROS ENTES MONSTRUOSOS

Imagem
VAMPIROS, LOBISOMENS E OUTROS ENTES MONSTRUOSOS  A presente coletânea reúne os contos vencedores do Concurso Literário Bram Stoker de Contos de Terror, promovido por Free Books Editora Virtual e Blog Contos de Terror. O certame, de abrangência internacional, visou a homenagear o brilhante escritor irlandês no 170º ano de seu nascimento. O regulamento do concurso, publicado em novembro de 2017, conclamou escritores do mundo todo a concorrerem com contos sobre vampiros, lobisomens ou outros entes monstruosos. ​Verá o leitor, ao percorrer os olhos sobre estas páginas virtuais, o quão foi exitoso o nosso concurso, do qual participaram quase duas centenas de autores de três continentes. Em nossas páginas, encontrará o leitor obras inspiradas, exuberantes em estilo e criatividade, que vão do horror mais pungente ao mais refinado humor.  FREE BOOKS EDITORA VIRTUAL O objetivo de Free Books Editora Virtual consiste em publicar e disponibilizar gratuitamente obras em prosa de a

O MONSTRO DE LULWORTH COVE - Conto de Terror - Adnelson Campos

Imagem
O MONSTRO DE LULWORTH COVE (Adnelson Campos, Menção Honrosa no Concurso Bram Stoker de Contos de Terror) O velho senhor aguardava pacientemente a chegada do bisneto que fora até a praça de cinemas comprar ingressos. Parecia indiferente ao tumulto gerado pelas pessoas que lotavam o lugar. A lembrança do filme assistido há poucos minutos deu lugar a imagem da fera de boca aberta e com os dentes cheios de sangue saltando em sua direção. O pensamento foi interrompido pelo abanar dos bilhetes. O gesto do rapaz provocou um sorriso imediato no bisavô. - Pronto, aqui estão! - Muito obrigado, meu filho! - Vô, me diz uma coisa, não é exagerado assistir um mesmo filme oito vezes? - Ele me traz boas lembranças e é a oportunidade de resgatar um pouco do amor que já ocupou este desgastado coração. - Então a Rose DeWitt lhe despertou paixão? - Ela me fez lembrar certa pessoa. - Espere aí, esta pessoa não é a minha bisavó? - Você ainda viveu pouco, meu filho. Não há co