ENGRAVIDADA PELO DEMÔNIO - Conto Clássico de Terror - Thomas Bromhall


ENGRAVIDADA PELO DEMÔNIO

Thomas Bromhall

(Séc. XVII)

Tradução de Paulo Soriano

 

Em um país chamado Marra, havia uma jovem muito bela e galante, que havia recusado vários casamentos, e mui perversamente mantinha a companhia de um espírito maligno, pelos gregos chamados cacodemônios.

Engravidada pela entidade, os seus pais a constrangeram, severamente, a confessar o que se passara.

A jovem respondeu que não sabia bem o que ocorrera, mas que um jovem muito bonito a procurara muitas vezes à noite e, às vezes, de dia.

Os pais, embora dessem pouco crédito à filha, desejavam sinceramente saber a verdade e descobrir quem a persuadiu e seduziu àquela lascívia.

Três dias depois, a aia contou aos pais que aquele que corrompeu a jovem estava, naquele instante, com ela.

Tendo destrancado as portas e trazido um luminoso castiçal, entraram na alcova e viram um monstro horrendo e imundo, de uma compleição tão amedrontadora que ninguém acreditaria, nos braços de sua filha.

Chamados, alguns vieram pressurosamente para testemunhar indecorosa cena. Entre os que chegaram, estava um sacerdote de vida reta e muito disciplinado.  Os demais, quando repetiram o início do Evangelho de São João — e o Verbo se fez carne — viram, assustados, que o demônio maléfico se ia embora, levando consigo o telhado da casa e incendiando todo o mobiliário.

A mulher, preservada do perigo, deu à luz, três dias depois, a um monstrengo, cuja deformidade (como dizem) jamais fora dantes vista.

As parteiras, para evitar a infâmia e desgraça daquela família, amontoando uma grande pilha de madeira, queimaram-no imediatamente, até reduzi-lo a cinzas. 


 

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O GATO PRETO - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

TRÊS SOMBRAS NA ESTRADA - Conto de Terror - Ângelo Brea

O CORAÇÃO DELATOR. Conto clássico de terror. Edgar Allan Poe

A VERDADE SOBRE O CASO DO SENHOR VALDEMAR - Conto de Terror - Edgar Allan Pöe