PAULO SORIANO É NOVO MEMBRO DA ACADEMIA GALEGA DA LÍNGUA PORTUGUESA - Notícia Literária

 


PAULO SORIANO: NOVO MEMBRO DA ACADEMIA GALEGA DA LÍNGUA PORTUGUESA

O organizador deste blog foi eleito, recentemente,  Membro Correspondente da Academia Galega da Língua Portuguesa, conforme se constata da leitura da notícia publicada no Portal Galego da Língua.

A Academia Galega da Língua Portuguesa, constituída em 20 de setembro de 2008, é uma instituição científica e cultural que tem, entre os seus objetivos, a defesa da unidade da língua portuguesa, na qual o dialeto galego se insere, o seu ensino, aprendizado, uso correto e naturalização na Galiza, cabendo-lhe, entre outras, a missão de promover o estudo da língua da Galiza, para que o processo da sua normalização, especialemente a  ortográfica, seja congruente com os usos que vigoram no conjunto da Lusofonia. Compete-lhe, também, impulsionar o achegamento e facilitar a circulação e intercâmbio cultural da Galiza com o conjunto da Lusofonia, visando à valorização e continuidade dos laços históricos e culturais, e promover e difundir o conhecimento recíproco, em todas as suas dimensões e nomeadamente no campo linguístico e cultural, da Galiza e do conjunto de países da Lusofonia, das coletividades emigradas e de outras pertencentes ou relacionadas com o sistema linguístico galego-português.

Paulo Soriano, natural de Itabuna, Estado da Bahia, Brasil, reside em Salvador. Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (1987), foi procurador do Estado da Bahia entre 1989 e 2000 e, deste então, integra os quadros da Advocacia-Geral da União.  Atuou no magistério superior como professor de Direito Civil na Faculdade de Salvador (2004 – 2014). Na área jurídica, publicou, entre outras obras, Ensaio sobre a natureza jurídica da prescrição (2004) e Da remissão das dívidas (2005).  É contista, tradutor, editor e fomentador cultural.  No campo da Literatura, publicou os seguintes volumes de contos: Histórias nefastas (2008) e Contos galegos (2010). Organizou diversas coletâneas, algumas delas publicadas na Galiza, como Mestres do terror (Edizer Editora, Santiago de Compostela, 2010) e A voz dos mundos (Através Editora, Santiago de Compostela, 2015), esta última em parceria com o filólogo e acadêmico galego Valentim Fagim.  Recebeu diversos prêmios literários, sendo o mais recente, de abrangência internacional,  o outorgado pela Academia de Letras, Artes e Ciências de Ponte Nova, Minas Gerais, em 2018,  para agraciar o 1º lugar  na categoria crônica. Como tradutor, entre outras obras, publicou Narrativas fantásticas do Malleus Maleficarum (Mondrongo, 2019) e, em coautoria com Lua Bueno Cyríaco, Horror oriental (Bururu, 2018). É editor dos sítios Contos de Terror e Litteratus  e das editoras virtuais Free Books e Trumviratus.  Como fomentador, organizou concursos literários de abrangência internacional, que contaram com a participação de autores do Brasil, Portugal, Angola, Moçambique e Galiza. No Brasil, divulgou narrativas de autoras e autores galegos, reunidos na coletânea Contos Fantásticos Galegos.  Colabora com o Portal Galego da Língua, no qual mantém a coluna Grotesco & Arabesco.


Imagem: José Gomes e Paulo Soriano

 


Comentários

  1. Muito contente por sua conquista. Com certeza seu trabalho com as letras é digno dessa e outras honrarias. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Duque, aqui é o Lorde ou Dom Roger, parabéns pelo novo título nobiliárquico, não é qualquer um que sobe de Barão pra Duque! Duque , com seu ducado tropical em Salvatore (tou brincando mas parabéns)

    ResponderExcluir
  3. Maravilha, meu querido parceiro musical! Parabéns! Saudade de você!

    ResponderExcluir
  4. Muitas saudades,grande amigo! E muito obrigado!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O RETRATO OVAL - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

O CORAÇÃO DELATOR. Conto clássico de terror. Edgar Allan Poe

BERENICE - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe