PERIGO IMINENTE - Conto de Ficção Científica - Ricardo Manzanaro

 



PERIGO IMINENTE

Ricardo Manzanaro

Tradução de Paulo Soriano

 

Juan se envolveu num grosso casaco para mitigar o frio polar. Tinha que se apressar. Observou que o capitão, que estava na direção do navio, conversava calmamente com um outro tripulante, alheio ao enorme obstáculo que se aproximava.

Juan entrou como uma bala na cabine. Os outros dois, surpresos com a súbita aparição, demoraram a reagir. Já se levantavam para deter Juan quando...

Lá estava o iceberg! Juan se lançou ao leme e deu-lhe um forte tapa que fez o navio desviar-se bruscamente. O transatlântico evitou, por minguados metros, o bloco de gelo, livrando-se de colidir e soçobrar até afundar.

Então, alguns dias depois, o Titanic voltou ao porto, ileso, embora com alguns passageiros machucados por conta da guinada.

Juan, satisfeito, pensou: “Salvei o Titanic”. Ainda em seu camarote, apertou um botão em um dispositivo que usava no pulso e sumiu de lá.

Surgiu, então, em sua casa. Feliz e satisfeito com a aventura, dedicou-se a consultar o catálogo de “Viagens Paralelas S.A.”. Momentos depois, decidiu-se pela seguinte escapada alternativa: “Viaje a Dallas e evite que Kennedy seja assassinado. O preço inclui uma câmera que filmará a aventura, para que você possa, depois, mostrar aos seus amigos como salvou Kennedy”.

 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O GATO PRETO - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

O RETRATO OVAL - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

O CORAÇÃO DELATOR. Conto clássico de terror. Edgar Allan Poe