UM LINCHAMENTO PECULIAR - Narrativa Verídica - Anônimo do Séc. XIX



UM LINCHAMENTO PECULIAR
Anônimo do séc. XIX

Um exemplo terrível da aplicação da lei de Lynch[1], passado há semanas em um Estado do Far West, e contado pelo Fígaro, é assim:

Um tal Diggles, acusado de ter matado uma criança de 11 anos, foi levado a Fl... para ser ali enforcado.

A multidão, que seguia os executores, encontrou uns aeronautas que estavam enchendo um balão para experiências.

Uma ideia extravagante assaltou de repente essa multidão. Agarraram o balão, ataram uma corda à cesta, fizeram um nó na corda, lançaram-no ao pescoço do criminoso, e mandaram soltar o balão.

O espetáculo, então, foi terrível.

Via-se o desgraçado debater-se nos estertores da agonia, levado para as nuvens que cobriam o céu.  Contrariado pelo vento, o balão, com o seu sinistro fardo, ficou durante três dias pairando sobre a localidade e rodeado pelos corvos, que cortejavam  a sua presa. Com o auxílio do telescópio, viam-se alguns deles, os mais atrevidos, devorando os olhos ao cadáver!

Se o suplício tem por fim a lição severa do exemplo, há de haver poucos como este!

Fonte: “A Constituição” (PA), edição de 11 de setembro de 1876.


[1] Ou seja, a prática do linchamento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O RETRATO OVAL - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

O CORAÇÃO DELATOR. Conto clássico de terror. Edgar Allan Poe

BERENICE - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe