SUCCUBUS - Conto de Terror - Samir Karimo



SUCCUBUS

Samir Karimo

 

Era noite de Halloween. Estava deitado no colchão que a minha namorada me oferecera quando ouvi uma ladainha satânica a sair dos lençóis:

 

“Tua alma quero devorar

Teus membros arrancar

Teu espírito possuir

Tua libertinagem extrair”

 

Enquanto ouvia essa voz hipnotizante, o colchão assumia uma forma assustadora e demoníaca ... Os lençóis em forma de garra prenderam-me à cabeceira. Parafusos perfuravam–me as têmporas, deixando-me cego. Senti um gosto metálico. Quanto mais Succubus me beijava, mais energia vital me absorvia. Meu putrefacto corpo decompunha-se cada vez mais: pedaços de carne manchavam o chão, e sentia a sua língua bifurcada sorvê-los com deleite.

 

Que horror! Depois, para realizar o rito, sob o colchão, havia um mecanismo que começou a emitir um ruído estranho...

 

Então percebi que recolhia gemidos e orgasmos succubrosos, transformando-os em energia interdimensional... E o horror não era apenas esse, também senti que estava a cortar o órgão e a colocá-lo no seu sexo... da sua vagina dentada saía a faminta Lilith ...

 

 

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O RETRATO OVAL - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

O GATO PRETO - Conto Clássico de Terror - Edgar Allan Poe

O CORAÇÃO DELATOR. Conto clássico de terror. Edgar Allan Poe